A Bolsa de Tóquio fechou o pregão de hoje em forte queda devido ao aumento das preocupações ante a possibilidade de um calote desordenado da Grécia, com montadoras como Toyota e outras ações expostas ao euro sofrendo severas perdas. Nomura Holdings viu expressiva venda de suas ações, depois de anunciar seu primeiro prejuízo em mais de dois anos. O índice Nikkei 225 caiu 195,10 pontos, ou 2,2%, para 8.640,42, após queda de 1,7% no pregão anterior.

Assim como ontem, a bolsa abriu em queda e permaneceu negativa durante toda a sessão, em meio a preocupações com a Europa, após o anúncio do plano do primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, para um referendo sobre um acordo de resgate financeiro do país, aprovado recentemente.

Muitas exportadoras tiveram quedas acentuadas, na medida em que os investidores cortaram suas posições em papeis japoneses para reduzir ativos de risco. Várias ações sensíveis ao câmbio ficaram abaixo do desempenho do mercado, com a Kyocera caindo 4,2%; Honda, 4,2%; Toyota, 3,5% e a Mazda, 5,4%. A peso-pesado Fast Retailing também perdeu 3%, enquanto a Softbank baixou 2,6%. As informações são da Dow Jones.