O Tribunal Superior do Trabalho (TST) confirmou um reajuste de 8% aos funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e determinou que eles voltem a trabalhar nesta quarta-feira, 9. Os empregados estão em greve desde setembro. Pela decisão do TST, os dias parados terão de ser compensados. Para os ministros do TST que participaram do julgamento, a greve não foi abusiva. O caso foi julgado pelos integrantes da Seção Especializada em Dissídios Coletivos do tribunal.