Os gastos dos brasileiros no exterior continuam gerando déficits na conta de viagens internacionais do balanço de pagamentos do Brasil com os outros países. Segundo dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC), essa conta registrou em setembro déficit de US$ 1,125 bilhão, resultado das receitas de US$ 454 milhões e das despesas dos turistas no exterior de US$ 1,580 bilhão. Em setembro do ano passado, o déficit na conta de viagens foi de US$ 652 milhões.

No acumulado do ano, o saldo é negativo em US$ 7,146 bilhões, praticamente o dobro dos US$ 3,599 bilhões verificados em igual período do ano passado. As receitas com viagens internacionais neste ano somaram US$ 4,322 bilhões, enquanto as despesas atingiram US$ 11,468 bilhões.