Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Empresa garante que vai contratar além do que esperava.

A Varig deverá iniciar a sua nova malha de vôos no dia 25 de agosto, com 18 aeronaves e 2.100 funcionários, 400 a mais que o inicialmente previsto, segundo o presidente do Conselho de Administração da VarigLog, Marco Antônio Audi. Segundo o executivo, nas próximas duas semanas a empresa deverá anunciar a compra de 50 aviões, possivelmente de duas fabricantes diferentes. O investimento efetivo da empresa na compra das aeronaves será de cerca de US$ 300 milhões.

Audi relatou que negocia ?com todas as fabricantes?, incluindo a brasileira Embraer e a européia Airbus. Audi disse que a primeira fase da nova malha aérea da empresa incluirá vôos para Frankfurt, Buenos Aires e Caracas. No mercado doméstico, ele citou vôos para Salvador, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, além da ponte aérea Rio-São Paulo. Ele esteve reunido ontem na sede do Tribunal de Justiça do Rio com o juiz Luiz Roberto Ayoub, responsável pela recuperação judicial da Varig.

Audi também disse que não vê necessidade de a Varig devolver balcões de atendimento aos passageiros nos aeroportos brasileiros, conforme a Infraero pretende fazer. O executivo afirmou que há um duopólio hoje no mercado brasileiro de aviação, referindo-se, ainda que sem citar nominalmente, à Gol e à TAM. Segundo ele, a Varig será a empresa que vai quebrar essa hegemonia das duas atuais líderes do setor.

O plano da Varig, de acordo com Audi, é ser uma empresa com preço reduzido de passagens, mas com foco na qualidade dos serviços. Ele indicou que a Varig será uma empresa intermediária entre a Gol e a TAM, em relação a preços (no caso da Gol) e serviços (em relação a TAM).

O executivo também informou que a ex-presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Maria Silvia Bastos Marques ainda não conseguiu ?matar suas dúvidas? jurídicas sobre o futuro da operação da Varig, para poder aceitar o cargo de presidente da nova companhia. Ele disse que a empresa sempre estará aberta para conversar com Maria Silvia quando ela solucionar as dúvidas.

A empresa prepara uma grande campanha de marketing, com ?investimento pesado?, para revelar como será a nova Varig, que continuará com a mesma marca e o mesmo logotipo. Propostas para a campanha estão sendo apresentadas por quatro agências de publicidade, cujos nomes não foram revelados.