Quatro dos seis vôos da Vasp que partiriam ontem do Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, foram cancelados pelo segundo dia consecutivo, em decorrência do protesto de funcionários. Segundo a Infraero, foram cancelados os vôos que tinham como destino São Paulo, Londrina, Fortaleza e Porto Alegre. Os únicos vôos operados foram os que tinham como destino Foz do Iguaçu e São Luiz (MA). Os passageiros dos vôos cancelados foram acomodados em outras companhias aéreas.

Em São Paulo, a assessoria de imprensa da Infraero informou que nove vôos da Vasp foram desmarcados no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, alguns com destinos para o Nordeste e outros para o Sul do País. Em Congonhas, 12 vôos, entre pousos e decolagens, foram cancelados, ainda como reflexo da paralisação de terça-feira dos funcionários da Vasp.

Petroleiros

Os petroleiros de todo o País devem atrasar hoje a entrada no trabalho em duas horas. A paralisação parcial foi aprovada em assembléias que ocorrem desde anteontem no País. Em campanha salarial, os petroleiros cobram da Petrobras o fechamento da negociação salarial.

A estatal ofereceu 7,82% de reajuste. Mas os petroleiros cobram um aumento de 13,21%, referente à inflação e 5% de aumento real.