O emplacamento de carros importados das empresas filiadas à Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) cresceu 21,43% em setembro, na comparação com agosto, totalizando 3.899 unidades. Na comparação com igual mês do ano passado, a alta foi de 10,42%. No acumulado dos primeiros nove meses do ano, as vendas totalizaram 23.240 unidades, com crescimento de 1,38% em relação a igual intervalo de 2008.

Os números levam em consideração apenas as 11 associadas que já faziam parte do quadro da entidade em setembro do ano passado: BMW, Chana, Chrysler, Dodge, Effa Motors, Hafei, Jeep, Kia Motors, Pagani, Porsche e SsangYong. Hoje 15 empresas fazem parte da Abeiva, e entre os novos membros estão Jaguar, Jinbei, Land Rover e Suzuki.

A entidade informa que, se contabilizados os dados das 15 associadas, as vendas de setembro totalizam 4.722 unidades, 19,73% a mais em relação ao mês de agosto, quando foram comercializados 3.944 veículos. Em nota, o presidente da Abeiva, Jörg Henning Dornbusch, afirma que mesmo sem o incentivo da redução integral do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) a partir deste mês, a expectativa é de ultrapassar a marca de 35 mil unidades emplacadas em 2009, conforme previsão feita em julho.