As revendedoras independentes do Estado de São Paulo fecharam 134.433 negócios em outubro, o que representa uma queda de 3,27% em relação a setembro, quando foram vendidos 138.976 automóveis. Os números foram divulgados hoje pelo Sindicato do Comércio Varejista de Veículos Usados no Estado de São Paulo (Sindiauto) e pela Associação dos Revendedores de Veículos Automotores no Estado de São Paulo (Assovesp).

Em relação a outubro de 2008, as vendas de carros usados caíram 17,69% no mês passado. No acumulado do ano, a queda é de 21,73% na comparação com o período de janeiro a outubro de 2008. Foram vendidos até outubro deste ano 1.102.187 veículos usados.

Em média, no mês de outubro os carros desvalorizaram 0,82%. A perda de valor entre carros populares foi de 0,61%. Carros importados apresentaram desvalorização de 1,61%. De todas as compras feitas em outubro, 77,15% englobaram carros populares (103.720 unidades). Considerando somente os negócios envolvendo carros populares, houve declínio de 2,59% frente ao mês de setembro e de 7,76% ante outubro de 2008.

Em outubro deste ano, 62% do comércio de automóveis foi financiado, ante uma média de 61% em setembro de 2009. O prazo médio do financiamento subiu, saindo de 42 meses em setembro para 45 meses em outubro. Já o saldo médio financiado dos automóveis atingiu 68%, um índice superior à marca de setembro, que havia sido de 64%. As trocas de autos englobaram 49% dos negócios, ante 37% no mês anterior.