A maior parte das varejistas norte-americanas venderam mais que o esperado em setembro nos Estados Unidos, especialmente em razão das compras no período de volta às aulas após o verão. As 28 varejistas acompanhadas pela Thomson Reuters registraram aumento de 2,8% nas vendas no mês passado, superando as expectativas de 2,1% de alta.

Entre as lojas de departamento, JC Penney registrou aumento de 5,1% nas vendas no conceito de mesmas lojas (unidades abertas há um ano ou mais), acima da estimativa de 3,1%. Macy’s, Nordstrom e Saks também superaram as previsões, com altas de 4,8%, 7,5% e 6,5%, respectivamente.

A Kohl’s Corp., por outro lado, teve resultado abaixo do esperado, com avanço de 3,0%. As vendas da loja de vestuário Target subiram 1,3%, também abaixo da alta de 1,9% prevista. Já as varejistas voltadas para adolescentes, mais expostas à volta às aulas, tiveram desempenho forte. Aeropostale registrou aumento de 3% nas vendas, contrariando a expectativa de queda de 2,4%. Hot Topic teve queda de 2,6%, menor que o recuo esperado de 3,5%.

Limited Brands registrou avanço de 12% nas vendas em setembro, sendo que uma alta de 4,1% era esperada, e sua unidade Victoria’s Secret obteve aumento de 13%. Embora em setembro do ano passado os ganhos das varejistas como um todo tenham sido pequenos, de 0,6%, a alta de 2,8% em setembro deste ano é significativa, porque é a primeira comparação com um dado positivo nos últimos 12 meses. As informações são da Dow Jones.