Foto: Arquivo/O Estado

675,1 mil veículos vendidos até maio.

As vendas de automóveis e comerciais leves nas concessionárias atingiram em maio 155,4 mil unidades, número 24,9% superior ao de abril e 14,9% maior em comparação ao mesmo período de 2005. Este é o segundo melhor desempenho histórico para o mês de maio, atrás apenas de maio de 1997, quando foram comercializadas 169 mil unidades. No acumulado do ano até maio, foram vendidos 675,1 mil veículos, com aumento de 10,1% sobre o mesmo período do ano anterior, perfazendo o quarto melhor desempenho, atrás de 1997, 1995 e 2001. Os dados foram divulgados ontem pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

O presidente da entidade, Sérgio Reze, disse que os bons números de maio foram influenciados pelo maior número de dias úteis em relação a abril, 22 contra 18. As estatísticas da Fenabrave são divulgadas desde 1992 e a atual modalidade de estudos, com base nos emplacamentos do Renavam, é utilizada desde 2001. Segundo ele, a Fenabrave mantém a estimativa de que o número de carros comercializados este ano crescerá 11% em relação a 2005. No acumulado de 2006, as vendas subiram 10%, portanto dentro das previsões.

O número de veículos bicombustíveis (com motores movidos a álcool e a gasolina) respondeu em maio por 81,19% do mercado de zero quilômetro, uma pequena queda em relação aos 81,79% de abril de 2006. A fatia dos carros a gasolina foi de 18,74% em maio, um ligeiro acréscimo frente aos 18,12% do mês anterior. De acordo com Reze, a tendência é de estabilização na participação de mercado dos bicombustíveis a partir de agora. Para ele, essa pequena queda na fatia de mercado dos bicombustíveis deve-se ao ingresso de maior número de carros importados nas estatísticas, que não possuem o motor bicombustível.

Liderança

A Fiat liderou as vendas de automóveis e comerciais leves no mercado nacional de janeiro a maio, com 24,37% de participação. A Volkswagen vem logo em seguida, com 23,03%. A GM ficou na terceira colocação, com 22,65%. A Ford vem em quarto lugar, com 11,28%. A Honda conseguiu ultrapassar a Toyota e cravou 3,66% de participação em vendas; a Toyota ficou com 3,57%, praticamente empatada com a Peugeot, com 3,50%. A Renault está na oitava colocação, com 2,88%.

Motos

As vendas de motocicletas em maio somaram 112,5 mil unidades e foram 23,3% superiores às de abril. Na comparação com maior de 2005, o número de negócios subiu 30,4%. No acumulado do ano até maio, foram comercializadas 503 mil unidades, 28,6% a mais que no mesmo período em 2005.

Caminhões

O número de caminhões comercializado nas revendas de veículos atingiu em maio 6.775 unidades, com alta de 23,3% sobre abril. Na comparação com maio de 2005, os negócios tiveram uma pequena melhora de 0,3%. No acumulado do ano, o total de caminhões vendidos foi de 29.973 unidades, com queda de 10% sobre o mesmo período de 2005.