As vendas no varejo do Reino Unido se recuperaram com força em maio, após um fraco desempenho em abril, mostraram os números oficiais nesta quinta-feira.

Os números sugerem que os consumidores ainda estão dispostos a gastar, apesar do aperto atual sobre os seus orçamentos causado pelo fraco crescimento dos salários e aumento dos preços. Os dados podem reforçar as expectativas de que a economia vai continuar a expandir no segundo trimestre.

O escritório de estatísticas nacionais (ONS, na sigla em inglês) disse que as vendas no varejo subiram 2,1% em maio ante abril e avançaram 1,9% quando comparado com o mesmo mês do ano anterior. Economistas previam que as vendas subiriam 0,8% no mês e 0,1% no ano.

As vendas em lojas de alimentos subiram 3,5% no mês – a maior alta desde abril de 2011. Uma autoridade do ONS disse que as promoções dos supermercados ajudaram a impulsionar o crescimento. Fonte: Dow Jones Newswires.