São Paulo ? Faltando cerca de cinco mil votos a serem apurados, a eleição para a presidência do Partido dos Trabalhadores (PT) ainda não há definição sobre quem fará o segundo turno com o candidato do Campo Majoritário, Ricardo Berzoini, que lidera a apuração com 42,3% dos votos válidos.

Os últimos números da apuração, divulgados na noite desta quinta-feira, mostram que caiu para 877 votos a diferença entre o segundo colocado, Valter Pomar (Articulação de Esquerda), e o terceiro, Raul Pont (Democracia Socialista). No boletim de ontem (21), a diferença estava em 1.118 votos.

Segundo a comissão eleitoral do partido, Pomar tem 14,8% dos votos válidos e Pont, 14,5%, seguidos por Plínio de Arruda Sampaio (Ação Popular Socialista), com 13,3%; Maria do Rosário (Movimento PT), com 13,1%; Markus Sokol (O Trabalho), com 1,4%; e Luís Gonzaga da Silva, o Gegê (Movimentos Populares), com 0,7%.

Os votos em branco somam 16.156 e os nulos, 4.235. Os números apontam para um comparecimento médio de 40,4% dos filiados na votação ? quantidade duas vezes e meia superior à exigida pelo estatuto do partido.