Quem mora na região do bairro Jardim das Américas, em Curitiba, pode ter ouvido um carro de som com uma mensagem inusitada passando por ali ao longo desta semana. “Procura-se um gatinho gordo e malhado, preto com cinza, de barriga amarela”, diz a voz de locução do carro, que foi um dos serviços contratado pelo produtor de vídeos Vitor Ferraz, de 26 anos, para procurar seu gato de estimação, Miles Davis – uma homenagem ao trompetista de jazz americano -, que fugiu no fim de semana. O animal foi visto pela última vez na noite do último sábado (9).

Já são cerca de R$ 300 gastos com as táticas alternativas de busca, que além de táticas usuais, como espalhar cartazes, inclui o carro de som e até um drone. “Assim que ele desapareceu, eu comecei a pensar no que se costuma fazer para buscar pessoas perdidas. Logo pensei no uso do helicóptero e foi aí que eu tive a ideia de usar o drone”, conta Vitor. Foram cerca de 40 minutos usando a câmera do drone para sobrevoar o bairro na tentativa de encontrar Miles.

Enquanto espalhava os clássicos cartazes de “desaparecido” nas proximidades de casa, Vitor já estava em contato com grupos de protetores de animais no Facebook e tinha divulgado a notícia do desaparecimento de Miles para os amigos e conhecidos. Mas foi conversando com um antigo colega de trabalho que ele teve a ideia do carro de som. “Consegui o contato de um locutor, que curiosamente já tinha feito esse tipo de serviço outras duas vezes. Em uma delas, o cachorrinho divulgado voltou para casa e isso me animou”, conta. O serviço tem custo de R$ 40 pela gravação da locução, mais R$ 40 a hora do carro de som rodando.

O carro de som buscando Miles Daves rodou terça-feira e quarta-feira, ao longo de duas horas diárias. E já surtiu efeito. Pelo menos dois vizinhos entraram em contato para passar informações, contando terem visto um gato parecido com a descrição de Miles pela região. Essas notícias trouxeram um pouco de esperança a Vitor de que o gato adotado há dois anos volte para casa.

De olhos verdes e a típica pelagem malhada de gatos vira-latas, como conta o próprio dono, Miles se apegou a Vitor assim que chegou em casa pela primeira vez. “Eu encontrei ele em meio a uma ninhada de gatinhos, abandonados em uma caixa de papelão no mercado. Eles ainda nem tinham desmamado e eu vi pessoas tentando dar leite de vaca para os pequenos, o que eu sabia que faria mal aos filhotes”, lembra. O produtor de vídeo não pensou muito para levar todos eles para casa, e após alimentá-los conseguiu doar alguns dos animais. Mas acabou escolhendo Miles, que era o menor e mais frágil, para ser seu companheiro.

Ao perceber a ausência do gato, que é um dos três que moram em sua casa, Vitor estranhou, já que o Miles tem uma personalidade caseira, segundo o próprio dono. “Mesmo assim eu decidi esperar um pouco para ver se ele não voltava sozinho, mas ainda não aconteceu”, lamenta.

Ajude a encontrar o Miles

Vitor está oferecendo uma recompensa para quem levar o gatinho de volta para casa. Miles sumiu na rua Sinke Ferreira, que foi o ponto de partida das buscas, mas agora ele deve estar um pouco mais longe, de acordo com o dono: “Eu peço para quem estiver na região para que fique de olho. Ele deve estar muito assustado, provavelmente com fome e escondido em algum lugar”.

Quem tiver informações pode entrar em contato com o Vitor pelo celular (41) 98499-1971.