Curitiba (AE) – Num jogo feio, o Coritiba escancarou novamente seus defeitos, mas conseguiu vencer o Atlético-MG por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. O time mineiro mostrou apenas que sabe marcar bem seus adversários e, por isso, permanece na penúltima colocação, com 13 pontos, acumulando a sexta partida sem vitória. O Coritiba somou o 28º ponto e pela primeira vez conseguiu duas vitórias consecutivas.

Para quem jogava em casa, o Coritiba mostrou-se muito passivo durante todo o primeiro tempo. O técnico do Atlético-MG, Marco Aurélio, adiantou a marcação e o time da casa encontrava dificuldades para progredir, sobretudo porque Capixaba e Jackson que deveriam criar jogadas e acionar os laterais, estavam muito mal. Se levar em consideração só a determinação de segurar o adversário, a equipe mineira venceu com louvores.

No segundo tempo, o técnico Cuca não teve culpa. Tirou seus dois meias antes dos 10 minutos para as entradas de Alexandre e Marquinhos, jogadores ofensivos, e ainda contou com a expulsão do zagueiro atleticano Leandro. Mas o Coritiba não rendeu em termos ofensivos o que o técnico esperava, continuando a atacar pelo meio, onde os mineiros eram melhores. Sem qualquer criatividade, o Coritiba só chegou ao gol em bola parada. Aos 30 minutos, Marquinhos cobrou uma falta e o zagueiro Alexandre Luz venceu o goleiro Danrlei, de cabeça.


Ficha Técnica

Coritiba 1 x 0 Atlético-MG

Coritiba: Vizotto; Reginaldo Nascimento, Alexandre Luz e Allan (Alcimar); Rafinha, Rodrigo Mancha, Capixaba (Alexandre), Jackson (Marquinhos) e Ricardinho; Caio e Marcelo Peabiru. Técnico: Cuca.

Atlético-MG: Danrlei; Henrique, Cáceres e Leandro; Evanilson (Euler), Amaral, Ataliba (Zé Antonio), Fábio Baiano e Rubens Cardoso; Marques e Luiz Mário (Lima). Técnico: Marco Aurélio.