Foto por: Pedro Ugarte

A autoridade dos Emirados Árabes Unidos responsáveis pelas ‘fatwas’ (lei religiosa) decretou uma proibição contra as vuvuzelas, as cornetas cujo som irritante dominou as partidas do Mundial da África do Sul-2010, informou nesta sexta-feira a imprensa local. “Se são suficientemente fortes para danificar a audição, as vuvuzleas estão proibidas’, declara, em uma ‘fatwa’, a Autoridade Geral das Questoes Islâmicas, citada pelo jornal The National. “Os importadores e vendedores (de vuvuzelas) devem se assegurar que sua potência não seja superior aos 100 decibeis, para evitar danificar a audição das pessoas”, indica a autoridade em sua ‘fatwa’ de número 11.625, que enfatiza, no entanto, que as cornetas só podem ser usadas nos estádios.