Em novembro o emprego industrial recuou 0,6% na comparação com outubro, na série livre de influências sazonais, informa o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o segundo resultado negativo consecutivo.

Em relação a novembro de 2004 também houve queda, de -0 9%, enquanto os indicadores para períodos mais abrangentes mostraram aumento: 1,2% no acumulado no ano e 1,5% no acumulado nos últimos doze meses. Entre os dez setores que apresentam resultados positivos no acumulado em 2005 destacam-se alimentos e bebidas (7,1%) e meios de transporte (9,4%), enquanto pelo lado negativo, o setor de calçados e artigos de couro (-11,6%) sobressai com a queda mais expressiva.