O argentino Fabian Alberto Zeitune, de 42 anos, foi assassinado com um tiro no rosto, na noite de ontem, na porta do quarto da pousada Saint Moritz, na Praia da Armação, na Região dos Lagos, em Búzios (RJ). Zeitune era o proprietário da pousada e também morava no local.

De acordo com policiais da 127ª DP de Búzios, nada foi roubado, apesar de haver uma quantidade razoável de dinheiro no local. O empresário vivia há 15 anos na cidade. Os funcionários da pousada foram ouvidos pela polícia, mas nenhum deles viu ou ouviu ninguém nem o tiro. As testemunhas devem prestar novos depoimentos hoje na delegacia. A polícia ainda não sabe o motivo do crime, mas já segue uma linha de investigação, que não pode ser divulgada para não atrapalhar o andamento das investigações.

O estabelecimento fica em uma das áreas mais sofisticadas da região, mas, segundo a polícia, a pousada ficaria em um local ermo e teria pouca iluminação.