A formação superior tem sido a chave para muitos profissionais ingressarem ou permanecerem no mercado de trabalho. De acordo com o Ipea, a população ocupada mais escolarizada – com nível superior – continua aumentando, enquanto todas as demais faixas de escolaridade sofreram perdas significativas nos últimos anos. De 2012 a 2018, a força de trabalho composta por trabalhadores sem nenhuma instrução recuou 47%, enquanto o número de trabalhadores com ensino superior completo avançou 48,2%, passando de 13,1 para 19,4 milhões, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), coletada e divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A educação superior tem papel fundamental na carreira de diversos egressos do Sistema Fiep, com destaque para a alta taxa de empregabilidade e satisfação profissional. É o que aponta uma pesquisa encomendada pela instituição à FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e executada pela Paraná Pesquisas. Os dados mostram que 62% dos alunos graduados pelas Faculdades da Indústria conseguem um emprego em até 6 meses. Além disso, os egressos têm 43% de chances de promoção e uma faixa salarial que vai de R$ 2 mil a R$ 5 mil. Esses números explicam porque 56% disseram estar muito satisfeitos com sua atual situação profissional.

“A graduação é um alicerce que garante o bom exercício da profissão escolhida”, analisa Carlos Eduardo Leite, Gerente de Ensino Superior do Sistema Fiep. “Nosso grande diferencial é que possibilitamos aos nossos alunos vivência diária com os desafios das indústrias e do mercado, networking e a possibilidade de colocação no mercado por meio dos estágios e divulgação de vagas”, explica.

Inscrições abertas para o vestibular de inverno

As Faculdades da Indústria estão com inscrições abertas em 26 cursos de graduação presenciais oferecidos nas unidades Campus da Indústria e CIC, em Curitiba, São José dos Pinhais e Londrina. Os candidatos inscritos na prova do vestibular tradicional, que será aplicada nos dias 8 de junho e 20 de julho, concorrerão a uma bolsa de estudos integral. Os estudantes também podem se inscrever até o dia 23 de agosto para as provas agendadas. As inscrições podem ser feitas pelo site www.faculdadesdaindustria.com.br/vestibular.

Cursos inovadores com valor acessível

As Faculdades da Indústria lançaram 6 novos cursos superiores de tecnologia na unidade CIC, em Curitiba, com mensalidades a partir de R$ 299,00. Os cursos têm duração de 3 anos e formam tecnólogos em Biotecnologia, Eletrotécnica Industrial, Gestão da Produção Industrial, Meio Ambiente e Energias Renováveis, Processos Químicos e Sistemas Embarcados.

Conquiste uma bolsa integral

O candidato que realizar o vestibular tradicional, com as provas presenciais previstas para os dias 8 de junho e 20 de julho, estará automaticamente concorrendo a uma bolsa integral no curso para o qual se inscreveu. Será contemplado com a bolsa o primeiro colocado na classificação geral do vestibular. Em caso de empate, será avaliado o concorrente com maior nota em redação, português e matemática, respectivamente.

Serviço:
Inscrições vestibular tradicional (prova 1): até 07/06
Data prova 1: 08/06
Inscrições vestibular tradicional (prova 2): até 19/07
Data prova 2: 20/07
Provas agendadas: até 23/08
Início das aulas: 29/07/2019

Pra UFPR, qual é o real impacto do bloqueio de verbas pelo Ministério da Educação?