A Escola Superior de Polícia Civil (ESPC) completa nesta quarta-feira 70 anos e celebra um recorde histórico. De fevereiro de 2003 até hoje, mais de dois mil policiais civis freqüentaram a Escola para fazer cursos de formação, atualização e capacitação. “Nunca tivemos um número tão grande de policiais aproveitando a escola em tão pouco tempo. Estamos contratando novos policiais e reciclando o conhecimento dos que já estão na ativa, para que eles trabalhem para o cidadão com ética e cidadania”, explicou o secretário da Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari.

Para comemorar a data, a direção da Polícia Civil preparou uma homenagem aos antigos diretores da Escola, a partir das 17h, no auditório ESPC. A delegada Charis Negrão Tonhozi, diretora da Escola de Polícia, diz que além do número recorde de treinamentos, outro fato importante a ser lembrado é a adoção da Matriz Curricular Nacional para padronizar e modernizar o ensino aos futuros policiais.

“Estamos investindo também em qualidade. Esta atitude foi essencial para atualizarmos nossos conhecimentos, em consonância com os outros estados, seguindo uma política nacional de segurança pública”, disse. Uma das diferenças deste novo método de ensino é a implantação de uma linha educacional que valoriza a ética, com aulas sobre cidadania e direitos humanos. “Não se fala mais em segurança pública sem despertar no policial o respeito pelo cidadão”, completou a diretora.

Além do melhoramento no conteúdo das aulas, a estrutura da Escola Superior conta hoje com uma área exclusiva para condicionamento físico dos alunos, estande de tiro, salas de informática e oito salas de aula com capacidade para trinta alunos. Também faz parte da estrutura um consultório médico geral e um oftalmológico, além de um consultório odontológico.