Foto por: Lluis Gene

Os jogadores da seleção espanhola Cesc Fábregas e Carlos Puyol, que terminaram a partida contra o Paraguai contundidos, estão liberados para jogar contra a Alemanha nas semifinais, informou neste domingo o médico da delegação.

“Cesc sofreu uma pancada dura no ombro, enquanto Puyol levou uma bolada na cara que o deixou com a vista embaçada, mas ambos já podem jogar”, explicou o médico Óscar Luis Celada à AFP. “Cesc ficará ainda alguns dias com o ombro um pouco dolorido”, ressaltou.

Fábregas se machucou depois que o goleiro paraguaio Justo Villar defendeu um pênalti de Xabi Alonso, em uma jogada em que os espanhóis pediram uma nova penalidade máxima.

Com isso, a Espanha pega quase completa a Alemanha na quarta-feira, em Durban, com exceção do zagueiro Raúl Albiol, que sofreu um estiramento na perna direita que afeta parte dos ligamentos do tornozelo.

Albiol se machucou no treino do dia 26 e tem poucas chances de jogar neste Mundial.

Este domingo, o goleiro Iker Casillas e os que foram titulares na partida de quartas de final contra o Paraguai fizeram quase uma hora de treino na Universidade de Potchefstroom.