Os governadores pressionaram o governo e conseguiram uma importante reivindicação das três que apresentaram na reunião de hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A principal conquista foi a garantia de repasse de 25% dos recursos da Cide (imposto federal sobre o preços dos combustíveis) para os estados.

De acordo com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, na reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os cinco governadores da comissão negociadora das reformas ficou decidido que a questão da Cide não constará do texto da reforma tributária. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)