Os estragos provocados pela tempestade do domingo continuam sendo avaliados e reparados nesta segunda-feira (07). Bombeiros e Defesa Civil são os principais órgãos envolvidos e trabalham com todo o efetivo disponível, assim como a Copel. Técnicos da Fundepar e Departamento de Obras e Manutenção estão visitando escolas dos bairros atingidos, para reestabelecer as atividades curriculares.
Na manhã desta segunda-feira (07), os bombeiros tentavam vencer a demanda de chamados da população para atender os estragos provocados pelo temporal. Foram mais de 250 chamados, na qual o Corpo de Bombeiros, coordenado pela Defesa Civil, atendeu 124 chamados considerados mais graves, das 16 h de domingo até as 6 h da manhã de segunda-feira. Depois desse período aumentou a intensidade dos pedidos de desobstrução de vias públicas e retirada de árvores caídas nas residências.
Atendimentos  A equipe da Defesa Civil ficou de plantão durante toda a noite, quando foram atendidas 124 ocorrências, sem registro de vítimas fatais.(Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)