Brasília ? Um dos setores em que o faturamento mais cresceu no último trimestre de 2005 foi o das agências de turismo. O dado está no Boletim de Desempenho Econômico do Turismo, publicação trimestral elaborada pelo Ministério do Turismo e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O estudo pesquisou 748 empresas de oito setores relacionados ao turismo e traz números que confirmam o contínuo crescimento dessa área.

Dos segmentos pesquisados, todos tiveram aumento no faturamento no último trimestre de 2005 quando comparado ao mesmo período do ano anterior. O setor de eventos cresceu 9,4%. O faturamento dos restaurantes e da rede de hotelaria cresceu em torno 7,5% cada. Os parques temáticos e atrações turísticas apresentaram o mesmo índice. O setor de transporte aéreo liderou a alta de faturamento com 29,3%.

O ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia, lembra que essa expansão é positiva para a economia e para a geração de empregos. De acordo com ele, em 2005 o setor gerou 110 mil empregos com carteira assinada e 230 mil indiretos. "O turismo gera emprego, esse emprego distribui a renda e ainda atrai divisas", comentou Walfrido.

O estudo abrange as agências de viagens, eventos, hotelaria, operadoras, receptivo, restaurantes, transporte aéreo, parques temáticos e atrações turísticas. Os três últimos foram incluídos a partir desta edição.