Brasília – O presidente da Bolívia, Evo Morales, defendeu nesta sexta-feira (19) a integração dos países da América do Sul contra o "império" formado por países desenvolvidos. Em entrevista coletiva no Rio de Janeiro, onde acontece a reunião de Cúpula do Mercosul, Morales disse que a região não vive mais um período de ?democracias servis?.

De acordo com o presidente da Bolívia, "Cuba já não luta sozinha pela independência em relação à hegemonia  norte-americana, outras nações vizinhas também agem dessa forma". Morales afirmou ainda que tem muita confiança no Brasil e no ?companheiro Lula?.

"Há muitas propostas e nossa equipe técnica, embaixadores, ministros vão se reunir no dia 14 de fevereiro para discutir assuntos ligados às áreas de agropecuária, energia e infra-estrutura", acrescentou o presidente. 

Morales confirmou que pretende estender o processo de nacionalização ao setor de minérios ainda este ano. ?Tivemos muitos processos de concessões e privatizações. Queremos revertê-las.?