Apesar da retração na média diária de exportações e das importações, registrada na comparação entre a primeira e a segunda semanas de abril, os dados da balança comercial divulgados nesta segunda-feira (16) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) mostram que no total do mês o desempenho segue superior ao do ano passado.

Comparando a média diária das exportações das duas primeiras semanas de abril de 2007 com a média alcançada em abril de 2006, o crescimento é de 11,2%. Esse aumento é liderado pelos produtos semimanufaturados, cujas vendas médias diárias passaram de US$ 69,9 milhões para US$ 88 milhões – um avanço de 25,8%, com destaque para catodos de níquel, óleo de soja em bruto, catodos de cobre, madeira em estilhas, alumínio em bruto, semimanufaturados de ferro/aço, e couros e peles.

Também houve contribuição dos produtos básicos, cujas exportações passaram de US$ 157,1 milhões por dia útil para US$ 195,2 milhões por dia útil. Nesse grupo, destacam-se as vendas de minério de cobre, milho em grão, carne suína, de frango e bovina, minério de alumínio, farelo de soja e minério de ferro.

Manufaturados

Entre os produtos manufaturados, a expansão foi de 12,7%, passando de US$ 302,1 milhões para US$ 310,3 milhões com destaque para suco de laranja, álcool etílico, óxidos e hidróxidos de alumínio, motores e geradores elétricos, pneumáticos, açúcar refinado, laminados planos e polímeros plásticos.

Houve crescimento também na média diária de importações, que passaram de US$ 374 milhões por dia útil em abril de 2006 para US$ 409,6 milhões por dia útil nas duas primeiras semanas de abril de 2007.

Subiram principalmente as importações de produtos farmacêuticos (+89,4%), instrumentos de ótica/precisão/médico (+31,1%), adubos e fertilizantes (+29,9%), equipamentos mecânicos (+23,9%), químicos orgânicos/inorgânicos (+22,9%), siderúrgicos (+19,9%), plásticos e obras (+14,1%) e automóveis e partes (+10,2%).