Com a volta da calma aos aeroportos, a Força Aérea Brasileira (FAB) encerrou na madrugada de hoje a operação de apoio à TAM Linhas Aéreas, responsável pela última etapa do caos aéreo, que teve início na quarta-feira da semana passada. A operação de transporte de passageiros civis em aviões militares para ajudar uma companhia aérea privada, inédita no País, foi determinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na sexta-feira passada e envolveu nove aviões militares, que transportaram 2.615 passageiros da TAM.

Entre o fim da tarde de 22 de dezembro até a madrugada de hoje as aeronaves cumpriram 21 missões, somando 87 horas e 55 minutos de vôos e mobilizando pelo menos 120 militares. A última missão da FAB ocorreu a 1h30

Neste cinco dias foram usados aviões a partir de Brasília e do Rio de Janeiro, fazendo da vôos para Confins (Belo Horizonte), Salvador, João Pessoa, Curitiba, Porto Alegre, Guarulhos (São Paulo), Recife, Maceió, Aracaju e Fortaleza. A FAB reforça que todas as despesas serão ressarcidas, mas não soube informar quanto isso custará. Informou apenas que os cálculos estão sendo feitos