A família do engenheiro brasileiro João José de Vasconcelos Júnior, que foi seqüestrado no dia 19 de janeiro, no Iraque, fará uma manifestação, no próximo sábado (19), em São Paulo. A família está convocando os paulistanos para irem à avenida Paulista, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp).

Uma manifestação semelhante foi feita, no mês passado, em Juiz de Fora (MG). Naquela cidade moram os pais e duas irmãs do engenheiro, Isabel e Carla. Carla fez hoje um apelo à participação da população, mesmo de quem estiver em outras cidades.

"Nós gostaríamos de pedir a toda população brasileira, porque o João não é só nosso irmão, ele é irmão da Nação inteira e de todos os cidadãos. Então, nós gostaríamos do comparecimento em massa", afirmou. A irmã do engenheiro disse ainda que os moradores de outras cidades poderão participar colocando uma bandeira brasileira ou uma bandeira branca em suas janelas, "para essa manifestação ser muito grande e sutir o efeito que a gente espera", pediu Carla.

A manifestação no centro de São Paulo está marcada para as 14 horas. Rodrigo de 24 anos, filho do engenheiro João José Vasconcelos Júnior também estará presente. Segundo Carla, o outro filho, Gustavo, de 16 anos, ainda está decidindo de vai comparecer. Já a mulher do engenheiro, Teresa, e a filha Tatiana, de 22 anos, não devem comparecer. Carla disse que as duas estão muito abaladas emocionalmente.