Foto por: Adrian Dennis

O suíço Roger Federer, que se opõe ao uso das novas tecnologias na arbitragem do tênis, defendeu nesta segunda-feira sua utilização no futebol, depois que vários erros durante a Copa do Mundo da África do Sul reacenderam o debate sobre a introdução do vídeo. “Temos o ‘olho da águia’, quando não precisamos dele, e eles não têm nada, quando precisam”, declarou o suíço depois de se classificar para disputar as quartas de final de Wimbledon. “Me sinto mal pelo futebol porque há muitos problemas de arbitragem às vezes, gols validados que são ilegais ou anulados que são válidos. É frustrante para o torcedor. Creio que a situação precisa mudar”, disse Federer.