Começa neste sábado (20), no Jardim Botânico, a 1ª Feira de Artesanato de Crianças Portadoras de Necessidades Especiais. A feira, que será realizada de 20 a 28 de agosto, no auditório do Museu Botânico, vai reunir os trabalhos de onze instituições de ensino especial.

Os visitantes poderão ver e adquirir os produtos de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h às 17h. Aos sábados e domingos a exposição será aberta das 9h às 18h.

A programação prevê para a quarta-feira (24) uma oficina de pintura em acrílico com o artista especial Sergio Torretta, que vai orientar três alunos da Escola Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional. Visitantes da feira poderão acompanhar a oficina – das 8h30 às 10h30 e das 14h às 16h. Sergio Torretta é professor voluntário da Fundação Ecumênica.

A Feira é uma oportunidade para que os visitantes tenham contato com crianças e adolescentes especiais e com o trabalho que é feito nas escolas. Os jovens especiais Adriana Gumz, que é escritora, e Armando de Jesus Vaz, que faz artesanato reciclado, também participarão da Feira.

Paralelamente, será realizada uma coletiva de quadros da Escola Clauart, com a participação de artistas especiais, também no Museu Botânico Municipal.

As instituições que participarão da Feira são a Escola de Educação Especial Luan Muller, Escola de Educação Especial Brasil Perrotti, Escola Municipal de Educação Especial Helena Wladimirna Antipoff, ADFP – Associação dos Deficientes Físicos do Paraná, Escola Especializada Primavera, Associação de Proteção ao Deficiente Físico e Mental "Tia Maria", Associação Ruth Schrank – Escola de Educação Especial 29 de março, Escola de Educação Especial Agrícola Henriette Morineau, APAE Santa Felicidade, Escola Municipal de Educação Especial Ali Bark e a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional.