O sucesso da feira de serviços montada na praia central de Guaratuba está levando a Secretaria Especial de Relações com a Comunidade a avaliar a possibilidade de levar o evento para outros pontos do litoral, na próxima temporada de verão. ?É gratificante ver as famílias saírem satisfeitas com o que viram e puderam levar de bom. Em virtude da boa aceitação da feira de serviços, estudaremos uma maneira de estendê-la a outras partes do litoral paranaense?, afirma o secretário Milton Buabssi.

A feira está em Guaratuba desde o dia 3 de janeiro, com recreações, atividades culturais e oficinas. O evento vai até o dia 11 de fevereiro, com atendimento das 14 às 21h. ?A tenda está localizada à beira-mar. Enquanto se protege do sol, o banhista pode fazer atividades recreativas e obter informações úteis de como aproveitar melhor sua temporada no litoral, além de visitar os estandes, comprar artesanato e saborear os deliciosos pratos frescos da cozinha comunitária?, afirma Buabssi.

O caminhoneiro José Márcio dos Santos visitou a feira nesta semana e gostou do que viu. Ele mora em Curitiba e passa as férias com a família em Guaratuba. Santos conta que conhece boa parte do o Brasil e nunca viu um evento tão útil ao turista. ?O que mais nos chama a atenção nessa feira é a higiene. É tudo muito limpo, organizado e divertido?, comenta. ?Sempre tem algo interessante para fazer aqui e a cada dia aprendemos algo novo. Está sendo muito proveitoso para a nossa família passar as férias em Guaratuba?, acrescenta.

A estudante Luana Bicheski sempre que pode passa as tardes na feira de serviços. Moradora do balneário de Coroados, o que a adolescente de 13 anos mais gosta é o acesso gratuito à internet e os jogos oferecidos em alguns eventos dentro da tenda. ?Sempre que minha mãe vem a Guaratuba resolver as coisas dela, eu aproveito para ficar aqui, principalmente quando o sol está mais forte. Assim posso acessar meus e-mails, já que não tenho computador em casa?, diz a menina, que cursa a sétima série.

A aposentada Ione Gelbcke, de 88 anos, tem freqüentado a feira diariamente durante essa semana, em vez de ficar em casa fazendo crochê e tricot. Juntamente com a filha Etel, a neta Eluise e a bisneta Beatriz, ela freqüenta as oficinas, especialmente o estande do artesanato com sementes. Residentes na cidade de Ponta Grossa, elas passam as férias em Guaratuba e estão hospedadas próximo à tenda da feira de serviços. ?Essas oficinas de artesanato são uma terapia, além disso são atividades que podemos fazer juntas em família. Cada dia da semana participamos de uma oficina diferente?, afirma Ione.