O espanhol Fernando Alonso, líder da temporada com 88 pontos, explicou que já não se preocupa mais com o finlandês Kimi Raikkonen, da McLaren, que tem 39. A partir de agora, o piloto da Renault quer se concentrar apenas no alemão Michael Schumacher, da Ferrari, segundo colocado, com 69.

"Raikkonen está cerca de 50 pontos atrás e seria um milagre se ele conseguisse me superar. Nossa meta consiste em ficar na frente de Schumacher, de preferência no pódio", contou o espanhol, que hoje esteve presente no Circuito Ascari de Ronda, em Málaga, para participar de um evento promocional com fãs espanhóis de um game que leva o seu nome.

A próxima prova será realizada no dia 16 de julho, na França. Para essa corrida, que será a 11ª da temporada, Alonso acredita que a Renault voltará a ter um bom desempenho. "A prova francesa é uma das que favorecem a gente", explicou. No último GP, disputado nos Estados Unidos, o espanhol terminou em quinto lugar e pela primeira vez no ano deixou de subir ao pódio na Fórmula 1.