Foto por: Gabriel Bouys

O goleiro Fernando Muslera foi o herói da classificação do Uruguai para as semifinais da Copa do Mundo, ao defender dois pênaltis na decisão do jogo (4-2), que havia terminado com um empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, nesta sexta-feira, em Johannesburgo.

Muslera, que fez 24 anos em 16 de junho passado, defendeu as cobranças do zagueiro John Mensah e do atacante Dominic Adiyiah, colocando a “Celeste” nas semifinais de uma Copa do Mundo pela primeira vez em quatro décadas.

“É incrível, foi um grande passo para nós, uma grande alegria que criamos”, disse Muslera.

Nas semifinais, os uruguaios enfrentarão a Holanda, que eliminou o Brasil (2-1) hoje em Port Elizabeth.

No tempo regulamentar, Muslera fez defesas importantes, especialmente em dois disparos a meia distância de Asamoah Gyan, aos 42 e 73 minutos.

“Vivi algo parecido na Lazio (pênaltis) e defendi dois. Foi um momento tranquilo. Me senti tranquilo quando fiz as duas defesas hoje. Tive sorte de ter um bom instinto”.