O presidente da Ferroeste, Samuel Gomes, estará nesta segunda-feira (5) em Foz do Iguaçu, para participar da apresentação do projeto brasileiro dos portos intermodais do Rio Paraná e do Lago de Itaipu. O encontro está previsto para às 8h30 na sede da Acifi (Associação Comercial e Industrial) e terá participação de técnicos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), empresários e lideranças políticas e sociais.

Os portos intermodais vão permitir um maior desenvolvimento do transporte hidroviário na região de fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai. Dentro desta concepção está prevista a construção de um trecho ferroviário de 26 quilômetros, permitindo um desvio da barragem da Itaipu Binacional e interligando as hidrovias Paraná-Tietê no Brasil e Paraná-Prata, entre o Paraguai e Argentina.

Na ocasião Samuel deverá abordar ainda a licitação da segunda ponte ligando o Brasil ao Paraguai na região de Foz do Iguaçu. Na última semana o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) decidiu transferis o lançamento do edital da obra para o próximo dia 22 de março. A Ferroeste defende a inclusão da ferrovia na estrutura. O projeto atual prevê apenas o modal rodoviário, o que implicaria numa barreira para a integração ferroviária dos dois países.