O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) fechou 2003 com uma arrecadação líquida recorde: R$ 4,584 bilhões. O valor é o 70% maior que o obtido em 2002 – R$ 2,7 bilhões – e o melhor resultado anual desde 1995. Arrecadação líquida é a diferença entre os depósitos e os saques feitos ao Fundo. Em 2003, os depósitos somaram R$ 24,956 bilhões, enquanto os saques atingiram R$ 20,372 bilhões.

Apesar do alto índice de desemprego registrado em 2003, o governo diz que o resultado do FGTS pode ser explicado pela alta da formalização (registro em carteira) no mercado de trabalho. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)