O presidente Fernando Henrique Cardoso reagiu hoje com ironia a críticas do candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, que classificou de ?cega? a política econômica do governo e condenou a elevação dos juros básicos de 18% para 21% ao ano. ?É muito ruim a atitude de colocar sapato alto antes da hora, sobretudo para falar de assuntos em relação aos quais não se tem domínio pleno?, disse Fernando Henrique, por intermédio do porta-voz Alexandre Parola.

Lula criticou a política econômica durante café da manhã em São Bernardo do Campo, no Grande ABC (SP), acusando a equipe econômica de não enxergar que a saída para a crise está na produção. A resposta do porta-voz veio no meio da tarde, horas antes do rotineiro pronunciamento à imprensa, que costuma ser no começo da noite. O presidente tem reiterado repetidas vezes que os fundamentos da economia brasileira são sólidos e que faltam mecanismos em nível mundial para conter a especulação.

Magistrado – Logo após o primeiro turno das eleições, Fernando Henrique declarou que manteria postura de magistrado na reta final da eleição presidencial, agindo apenas ?nos limites institucionais do cargo?. Nos últimos dias, o presidente mergulhou na articulação política em favor do candidato governista José Serra (PSDB).  Mas não hesitou, na terça-feira (15), em dizer que as instituições brasileiras são fortes o suficiente para permitir a transição democrática, independentemente de quem vença as eleições.  A declaração desagradou aliados de Serra. Hoje, não foi a primeira vez que Fernando Henrique aconselhou Lula a não usar salto alto antes da hora. Em 1.º de maio, muito antes do início da campanha para o primeiro turno das eleições, o presidente cobrou ?um pouco de humildade? do então pré-candidato do PT à Presidência. ?É preciso tomar cuidado: ninguém deve botar sapato alto antes da hora?, disse ele em Carajás (PA), lembrando a sua própria experiência de candidato derrotado à Prefeitura de São Paulo, após se sentar antes da hora na cadeira de prefeito.

O motivo da reação à época foram declarações de Lula aconselhando o governo a não tomar nenhuma medida ?precipitada? em relação a eventuais privatizações de hidrelétricas.  O presidente chegou a dizer, então, que o petista deveria se ?informar um pouco melhor? e esperar para ver o resultado das urnas. ?Se ganhar a eleição, aí ele (Lula) vai saber o que vai fazer com o Brasil?, disse Fernando Henrique em Carajás. ?Pelo que eu estou vendo, o PT dizer, não vão fazer coisa muito diferente do que eu estou fazendo, não.?