O presidente Fernando Henrique Cardoso pediu hoje ao PSDB que se mantenha unido. O apelo foi feito durante almoço com os sete governadores eleitos pelo partido e o comando tucano, encerrado há pouco na residência do presidente da Câmara dos Deputados e governador eleito de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB).

Segundo relato feito pelo governador de Goiás, Marconi Perillo, Fernando Henrique enfatizou, também, que ?é hora de colaborar com o País?. ?Vamos fazer um trabalho de unidade e conseqüente?, disse Perillo . ?O presidente Fernando Henrique pediu a união do partido e dos governadores e um pensamento positivo em favor do Brasil. Vamos colaborar com todos os projetos que sejam bons para o Brasil?.

De acordo com Perillo, durante o encontro, Fernando Henrique agradeceu o apoio dado a seu governo. O candidato derrotado à presidência da República, senador José Serra (SP), que também participou do almoço, agradeceu aos governadores e dirigentes pelo apoio recebido durante a campanha, mas, segundo Perillo, não quis manifestar-se sobre uma eventual postura oposicionista do PSDB diante do governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva.

O governador goiano disse que a estratégia do PSDB, agora, será definir uma atuação conjunta de governadores e parlamentares do partido. Questionado se os governadores do PSDB vão participar do pacto federativo que governadores do PMDB estão propondo a Lula, Perillo disse que esse assunto será discutido no momento oportuno. ?Todos os projetos e reformas que forem bons para o Brasil terão o nosso apoio?, garantiu.