O presidente da Fifa, Joseph Blatter, anunciou nesta terça-feira, em Johannesburgo, que o organismo tratará do tema da tecnologia na arbitragem, em uma reunião em julho, em Gales, acrescentando que foram pedidas desculpas formais à Inglaterra e ao Mëxico pelos erros cometidos nas partidas de domingo.

“Pessoalmente, lamento quando há erros evidentes de arbitragem, mas isso não é o final da competição nem o final do futebol, são coisas que podem acontecer”, declarou.

A Fifa reage assim depois de seu silêncio dos últimos dias ante a indignação de importantes setores do futebol, que pediam uma reconsideração de sua posição atual, que consiste em continuar confiando no fator humano. A reunião que discutirá o tema será realizada em Cardiff, nos dias 21 e 22 de julho.

Inglaterra e México, eliminados no domingo depois de perder ante a Alemanha (4-1) e Argentina (3-1), foram claramente prejudicadas pelas falhas dos árbitros, num momento em que a partida ainda apresentava um resultado em aberto.

“Expressei minhas desculpas às duas delegações afetadas. Entendo que não estejam contentes”, afirmou ainda Blatter, dando a entender que as duas equipes aceitaram suas desculpas.