Com um time repleto de jogadores considerados reservas – entre eles os brasileiros Serginho e Ricardo Oliveira -, o Milan batalhou, mas acabou vencido pela Udinese, por 3 a 2, neste sábado, no Estádio San Siro, em Milão, em jogo isolado, válido pela antepenúltima rodada do Campeonato Italiano.

Com o resultado, o Milan permaneceu na quarta posição na tabela, com 61 pontos, empatado com a Lazio – que ainda joga neste domingo -, mas com um saldo de gols inferior. A Udinese subiu para 46 pontos e segue no meio da tabela.

Com o título italiano já definido em favor da Internazionale e preocupado com a final da Liga dos Campeões, o Milan saiu perdendo – gol de Gyan, aos 10 minutos -, mas conseguiu empatar ainda no primeiro tempo, com Gourcuff, aos 36.

No começo do segundo tempo, a Udinese voltou à frente do placar, aos 8, com Di Natale. O Milan, já classificado para a próxima edição da Liga dos Campeões, voltou a empatar, aos 12, com o gol de pênalti de Costacurta. Mas o brasileiro Paulo Barreto desempatou novamente, aos 16.

Na próxima quarta-feira, o Milan entra em campo para encarar a revanche contra o Liverpool, na final da Liga do Campeões. O jogo acontece em Atenas (Grécia), às 15h45 (de Brasília).

Na final do torneio de 2004/05, o Liverpool venceu o Milan nos pênaltis, depois de empatar no tempo normal por 3 a 3. No intervalo, o placar da partida estava em 3 a 0 para o time italiano.