A Força Sindical agendou para esta quarta-feira um dia nacional de luta contra o desemprego. Estão programadas manifestações em diversas capitais do país. Em São Paulo, o protesto ocorrerá a partir das 10h na praça da República, região central da cidade.

A expectativa do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo é que pelo menos 21 mil trabalhadores da categoria paralisem suas atividades para participar da manifestação. “As principais metalúrgicas vão parar nesse dia. Os trabalhadores estão se sentido traídos. O desemprego aumentou, a renda está em queda e, quando o trabalhador consegue reajuste, ele vai embora com o IR”, disse o presidente do sindicato, Eleno Bezerra.

Também haverá manifestações no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará, Amazonas e Distrito Federal (DF). Já a CUT agendou para 16 de abril um dia nacional de mobilização em defesa do emprego e do salário. (FolhaNews)