A última apreensão foi realizada na madrugada de segunda-feira (25), em Pontal do Sul. Uma denúncia levou a equipe da Força Verde até uma peixaria, onde foram apreendidos 480 quilos de camarão sete-barbas. O proprietário foi multado em R$ 5.300 por comércio irregular do pescado. Foi constatado pelos policiais que ele tinha acabado de receber o camarão, que não tinha nota de depósito. O proprietário foi encaminhado à Polícia Federal, em Paranaguá, onde assinou termo circunstanciado de infração penal. Todo o produto apreendido foi doado a instituições carentes de Paranaguá.

No início da manhã de domingo (24) a equipe da Força Verde que atua na Ilha do Mel foi acionada através de denúncia anônima. Um pescador que também tem uma peixaria em Pontal do Sul, foi flagrado com 120 quilos de camarão que tinha acabado de receber. Multado em R$ 912, ele também vai responder a termo circunstanciado de infração penal já que não tinha a declaração de estoque para comprovar a origem do pescado. ?Essa prática de entregar o camarão geralmente acontece à noite, mas estamos de prontidão e podemos ser acionados a qualquer hora?, avisou o capitão Lestechen.

Flagrante ? A principal apreensão, que gerou dois flagrantes por pesca irregular de camarão em época proibida, ocorreu às 23h20 de sábado (23). A equipe da Força Verde fazia patrulhamento nas proximidades do terminal de embarque para a Ilha do Mel, em Pontal do Sul, quando avistou um barco. Os policiais militares perceberam que o barco de 10 metros de comprimento estava carregado. Na abordagem, foi constatado que havia nas redes 450 quilos de camarão. O barco e o equipamento de pesca foram apreendidos, bem como o crustáceo. Cada um dos dois infratores recebeu multa de R$ 3.450.

Defeso ? Na época de reprodução do camarão, é proibida a pesca. Existem dois períodos para dois tipos diferentes de defeso: em mar aberto e na baía. O defeso em mar aberto começou em 1.º de outubro e encerra em 31 de dezembro, quando a pesca fica liberada. Já o defeso nas baías teve início no dia 15 de dezembro e vai até 15 de fevereiro. Nesse período, não poderá ocorrer a pesca de camarão nas baías de Antonina, Paranaguá e Guaratuba. Quando ocorre o flagrante, o equipamento é apreendido e posteriormente destruído, gerando multa de R$ 700. A proibição vale para pescador profissional ou amador.