Foto por: Rodrigo Arangua

O atacante uruguaio Diego Forlán, autor de um gol na derrota de sua equipe por 3 a 2 para a Alemanha, neste sábado, em Porto Elizabeth, pelo terceiro lugar da Copa do Mundo, disse que “terminar entre os quatro primeiros é algo espetacular”.

“Terminar entre os quatro primeiros é algo espetacular. A princípio, nunca tinha pensado em aproveitar um momento assim. Queríamos esse terceiro lugar, mas ficamos com algo positivo. Tentamos chegar à final e não chegamos, mas saboreamos muito esta Copa, na qual jogamos sete partidas”, destacou o atacante do Atlético de Madrid, de 31 anos.

Com relação ao jogo contra a Alemanha, que terminou com uma cobrança de falta executada por ele mesmo e que bateu na trave alemã, Forlán afirmou que, apesar de alguns erros de sua equipe, a vitória esteve muito próxima, e fez uma alusão às eliminatórias sul-americanas.

“Esta noite nos faltou muito pouco, estivemos muito melhor no segundo tempo, mas cometemos alguns erros e perdemos. Nas eliminatórias havíamos jogado bem, ainda que não tenham obtido (bons) resultados, mas a equipe se classificou para a Copa e demonstramos que foi feito um bom trabalho”, acrescentou.

Hoje, Forlan fez um golaço e virou temporariamente o jogo para o Uruguai (2-1), ao completar de primeira um cruzamento da direita.

Foi uma despedida agridoce para uma Copa, na qual demonstrou toda sua classe e marcou cinco gols, igualando-se provisoriamente na artilharia a outros três jogadores, dois dos quais disputarão a final de domingo (Villa e Sneijder, enquanto Müller jogou esta partida).

“Isto acabou e agora vamos descansar. Foi espetacular ver tantas camisas e bandeiras uruguaias no estádio”, completou.