O governador em exercício e secretário da Educação do Paraná, Flávio Arns, afirmou nesta quarta-feira (20) que o governo do Estado irá investir na capacitação dos professores para oferecer uma formação continuada de qualidade. Arns abriu o XV Seminário de Educação e o XI Congresso Interestadual de Educação do município de Rio Negro e destacou a necessidade de políticas públicas que possibilitem aos profissionais da área atualizar seus conhecimentos e trocar experiências.

“Queremos mais qualidade na nossa educação e vamos investir na promoção de cursos de aperfeiçoamento para os professores. Estamos em um esforço consistente para oferecer aos profissionais melhores salários e condições de trabalho”, disse o governador em exercício. Arns afirmou ainda que o governo estadual tem o compromisso de apoiar as escolas de educação especial do Paraná.

“Diversidade e Aprendizagem”, é o tema central do congresso, promovido pela prefeitura de Rio Negro, que reúne palestrantes renomados para uma análise do processo de ensino-aprendizagem escolar no Brasil. Aproximadamente 1000 congressistas de diversos municípios do Paraná e região Sul participam do evento, considerado uma referência no Estado, e que tem o objetivo de promover a formação continuada dos profissionais da educação.

Diversidade

Para o governador em exercício, cursos e seminários como os de Rio Negro são importantes para os professores aprimorarem os conhecimentos e avançarem na carreira. Ainda segundo ele, é fundamental os profissionais saberem lidar com a diversidade no ensino público. “As escolas precisam ter inclusão para os alunos serem cidadãos. O Paraná tem de valorizar as diferenças em escolas quilombolas, indígenas, de acampamentos, assentamentos e regiões isoladas”.

Arns destacou que um dos maiores problemas das escolas é não ter conhecimento para lidar com alunos que apresentam quadro de distúrbio mental. “Para que a diversidade realmente ocorra no ensino público faz-se necessária a aproximação entre o poder público e a comunidade. O governo do Paraná quer avançar nesse sentido”, disse.

Para a professora e coordenadora educacional do município de Rio Negro, Márcia Moura, o seminário é fundamental para a capacitação dos profissionais. “Temos que estar sempre aprendendo para melhorar a educação. Queremos avançar e saber lidar com o ensino de alunos especiais e, nesse sentido, esse encontro será muito positivo”.