Brasília – Os funcionários do Banco Central (BC) em Brasília decidiram hoje (15) entrar em greve por tempo indeterminado a partir de amanhã (16). O objetivo é pressionar o governo e garantir o cumprimento de acordo feito no ano passado. Pelo acordo, os servidores do BC teriam reajuste salarial de 10% parcelados em janeiro e junho.

O aumento terá que ser garantido por projeto de lei ou medida provisória. "Preferimos que seja medida provisória porque não haverá tempo suficiente para a votação de um projeto de lei", disse o diretor do Sindicato dos Técnicos do BC, Enildo Amaral.

Nos outros Estados, os servidores do BC trabalharão normalmente amanhã. "Só haverá greve nas regionais a partir de sexta-feira se o governo não apresentar a medida provisória que viabilizará o cumprimento do acordo", disse.