Os funcionários do Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), ligados à Fundação da Universidade Federal do Paraná para o Desenvolvimento da Ciência, da Tecnologia e da Cultura (Funpar) entram amanhã no terceiro dia de greve. A paralisação é para reivindicar o aumento salarial de 18,75% e de 26% no vale-alimentação. Já a direção do HC afirma que só pode repassar até 7% de reajuste.
Na manhã de hoje os grevistas promoveram um apitasso em frente ao prédio da reitoria como forma de pressionar o reitor, Carlos Moreira Júnior, a tomar uma decisão favorável aos trabalhadores. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)