Os funcionários em greve do Hospital
de Clínicas queriam ser recebidos
pelo reitor,que não estava no prédio.

Os funcionários em greve do Hospital de Clínicas, da Universidade Federal do  Paraná (UFPR), invadiram hoje pela manhã, a reitoria da universidade. Eles queriam ser recebidos pelo reitor, Carlos Moreira Júnior, que não estava no prédio. Os servidores alegam que só ele tem autonomia para decidir sobre o reajuste salarial da categoria, tema que motivou a paralisação.

Os servidores colocaram sacos de ração para cachorro em cima da mesa do reitor. ?Isso é simbolizar a ?cachorrada? que estão fazendo com os servidores?, disseram os grevistas. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)