O deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) disse, neste sábado, que está buscando apoio de outros partidos, entre eles o PFL, para entrar ainda nesta semana com um pedido de abertura de processo no Conselho de Ética contra o presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE). Gabeira defendeu ainda o afastamento de Severino do cargo enquanto o caso for examinado.

Na última semana, Gabeira disse que um eventual processo para tirar Severino do cargo deveria ficar para um "segundo tempo", depois que fossem concluídos os processos contra os 18 deputados acusados pelas CPIs dos Correios e do Mensalão. Com os novos fatos, porém, Gabeira julga que a ordem deva ser invertida: "Agora é preciso afastar Severino para que se possa conduzir esse processo delicado envolvendo 18 deputados."

O deputado do PV discutiu com Severino na terça-feira da semana passada, em plenário, por conta de declarações do presidente da Câmara defendendo uma punição mais branda para os parlamentares que teriam se beneficiado de recursos manipulados pelo empresário Marcos Valério Fernandes de Souza. Durante a discussão, Gabeira alertou que poderia iniciar um movimento para tirar Severino do cargo.

Devido ao bate-boca, o deputado Benedito Dias (PP-AC) entrou na quarta-feira com representação na Mesa da Câmara pedindo a cassação de Gabeira por falta de decoro parlamentar.