O presidente nacional do PT, José Genoino, comemorou hoje (19) a decisão do Supremo Tribunal Federal, que, após julgamento de mais de sete horas, manteve a cobrança da contribuição previdenciária dos servidores inativos. Ele classificou a vitória do governo como muito importante e fez elogios ao presidente do STF, ministro Nelson Jobim, a quem atribui a melhora do diálogo do governo com o Judiciário. “Foi uma decisão muito importante do STF. O país discutiu e desmistificou um conceito de direito adquirido que vinha sendo defendido por alguns segmentos da Justiça de forma absoluta”, declarou Genoino após participar de um ato de campanha do prefeito de Niterói (região metropolitana do Rio), o petista Godofredo Pinto, candidato à reeleição.

Na avaliação do presidente do PT, a reviravolta na votação da Corte pode ser considerada uma vitória do governo, apesar do estabelecimento de um piso mais alto para a cobrança, e tranqüiliza investidores. “Se não foi bem o que o governo queria, foi bom para o País e para o futuro do Brasil. Estamos tranqüilos”, disse Genoino, para quem o ministro Nelson Jobim afastou o STF das disputas partidárias. “Jobim, é um homem de Estado. Trabalha para as instituições, pensando naquilo que é permanente para o Estado brasileiro e não para o governo A, B ou C. Ele está conduzindo muito bem o STF”, elogiou Genoino.

O líder petista defendeu uma relação positiva do Executivo e do Legislativo com o Judiciário. “Todos os poderes têm seus erros, mas ao longo do tempo eles vão sendo corrigidos”. Agora, segundo ele, é a conclusão da reforma tributária que desafia o governo.