A ministra de Minas e Energia, Dilma Rosseff, anunciou hoje a realização de um leilão para a venda de energia elétrica excedente no mercado. ?A intenção do governo é evitar o desequilíbrio de oferta e demanda no setor de energia elétrica que vem acontecendo desde o final do racionamento?, explicou a ministra. Os preços do leilão não vão modificar os contratos já existentes, apenas serão utilizados para incremento da produção e incentivos às exportações industriais, informou a ministra. Além do leilão para a venda de energia elétrica, deve ser realizado um outro par a compra de energia pelas distribuidoras. As empresas geradoras de energia têm cerca de 7.500 MW disponíveis e a expectativa do Ministério é de que pelo menos a metade desse excedente seja vendida no leilão.