O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que a globalização justa deve começar pelo acesso ao trabalho. O presidente discursou durante a reunião da Comissão Mundial sobre a Dimensão Social da Globalização, na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

?O trabalho decente tem de ser uma realidade para todos. Não deve, no entanto, servir de pretexto para imposição de cláusulas comerciais protecionistas que terminam por prejudicar precisamente àqueles a quem se pretende ajudar?, destacou.

Lula lembrou o esforço que tem feito junto aos presidentes Jacques Chirac (França), Ricardo Lagos (Chile) e José Luiz Rodriguez Zapatero (Espanha), além do secretário-geral da ONU, Kofi Annan, para colocar a inclusão social como tema central da agenda internacional. À tarde, os líderes vão debater as ações de combate à fome e à pobreza. ?O trabalho decente como a luta contra a fome tem pressa. Não podemos esperar?, destacou o presidente.