Goiânia (AE) – Embalado pela boa fase, o Goiás venceu o Flamengo por 2 a 0, neste domingo, no Serra Dourada, e, com 36 pontos, continua na cola do líder Corinthians, que tem 38. "O Goiás vive um bom momento, a torcida está empolgada e a equipe ocupa uma posição de destaque", disse Paulo Baier, para depois diminuir a empolgação: "Mas ainda tem muita coisa pela frente e nós vamos manter os pés no chão, sem oba-oba."

O time de Geninho já venceu seis dos últimos oito jogos disputados, além de um empate e uma derrota. Já o Flamengo, em nove jogos fora de casa perdeu oito e voltou a afundar na zona de rebaixamento. "No Flamengo as coisas são diferentes, há sempre muita pressão num clube de massa, mas nós queremos sair desta situação", disse o zagueiro Renato Dias.

O Goiás teve um início de jogo fulminante. Em menos de dois minutos, o ala Paulo Baier fez 1 a 0 ao entrar na área, girar e bater com a perna direita. A bola desviou no zagueiro André e entrou no canto esquerdo de Diego.

Mas como o Goiás – que perdeu o atacante Souza, com um estiramento muscular – não sobe segurar a bola, o Flamengo ajustou a marcação e obteve o equilíbrio e, em alguns momentos conseguiu dominar.

Na etapa final, e longe do brilho das boas jogadas, Celso Roth ainda tentou a virada, trocando o volante Jônatas pelo atacante Felipe Gabriel. O time carioca ainda ganhou mais espaço com a expulsão de Danilo Portugal, mas perdeu sete boas oportunidades de empatar em bolas paradas.

O Goiás resistiu à pressão e matou o jogo no contra-ataque, Danilo Dias assistiu ao ala Jadílson, que bateu forte para fazer 2 a 0, aos 40 minutos.

Ficha técnica:

Goiás 2 x 0 Flamengo

Gols: Paulo Baier, aos 2 minutos do primeiro tempo; Jadílson, aos 40 minutos do segundo tempo.

Goiás: Harlei, Paulo Baier, André Dias, André Leone e Jadílson (Luciano Almeida); Rogério Corrêa, Cléber Gaúcho, Danilo Portugal e Rodrigo Tabata; Fábio (Danilo Dias) e Roni (Cléber). Técnico: Geninho.

Flamengo: Diego, Leonardo Moura, Renato Silva, Fernando e André; Fabiano (Diego Souza), Augusto Recife, Jônatas (Felipe Gabriel) e Renato; Souza (Fabiano Oliveira) e Jean. Técnico: Celso Roth.

Juiz: Rodrigo Martins Cintra (SP).

Cartões Amarelos: Rogério Corrêa, Jônatas, Fábio, André Dias, Renato Silva.

Cartão Vermelho: Danilo Portugal, aos 28 minutos do 2o. tempo.

Público: 32.729 pagantes.

Local: Serra Dourada.