O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Alberto Goldman (SP), mandou, nesta sexta-feira, em São Paulo, um duro recado ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva por causa do veto de 23 pontos da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

"O governo não aprovará no Congresso absolutamente mais nada porque este é um governo não confiável", criticou, no lançamento nacional da Frente Parlamentar por um País Sem Armas.

Goldman disse que, mais uma vez, a administração federal descumpriu os acordos realizados no Legislativo. "Isso pela décima vez; cada vez que a gente acredita nele, eles mostram que não dá para acreditar. Só aprovamos a LDO em função de um acordo feito no plenário", disse, criticando, mais uma vez, o veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e afirmando que a oposição reagirá, duramente, não aprovando mais nada no Congresso.